O que foi o Brutalismo

Panorama Geral: A arquitetura brutalista veio como uma tendência dentro da arquitetura moderna, existente tanto no Brasil quando ao  redor do mundo; iniciando pós 2º Guerra Mundia e perdurando até os anos de 1970.

(Imagem extraída de www.hypescience.com)

Obras: Em um tempo pós 2º Guerra Mundial, esse tipo de estilo se tornou popular por transmitir um sinal de força e inclusão. A proposta era colocar a tona a “verdade estrutural” de uma obra, expondo uma viga ou pilares, onde eles se tornariam a beleza estrutural do projeto, tendo um viés mais rígido e homogêneo.

(Imagem extraída de www.hypescience.com)

Projetos do arquiteto franco-suíço Le Corbusier (1887-1965), influenciaram e ajudaram a conformar uma determinada linguagem arquitetônica que inspirou arquitetos e obras no mundo inteiro.

(Imagem extraída de www.hypescience.com)

Por todo o mundo nas obras brutalistas, foram registrados certas peculiaridades e elementos construídos que serviram como marcos culturais, conceituais ou históricos. Como por exemplo, o brutalismo inglês chamado de “News Brutalism” divulgado principalmente por Reyner Banham.

Brutalismo no Brasil: Surgiu a partir de 1950 em obras no Rio de Janeiro e em São Paulo, principalmente por de João Vilanova Artigas, ou outros demais como Lina Bo Bardi e Paulo Mendes da Rocha.

(Imagem extraída de www.hypescience.com)

O início no Brasil se dá ao mesmo tempo em que acontece o concurso e construção de Brasília; embora este ganhe mais notoriedade e se consolide nos anos 1960 quando passa a repercutir internacionalmente caindo só em meados dos anos 80.

(Imagem extraída de www.hypescience.com)

Atualmente existe uma valorização nessas obras mais brutalistas que vem sendo estudadas pelas suas marcadas vanguardistas.

Compartilhe em suas redes sociais: